Ligar o ar-condicionado ou abrir as janelas? Saiba qual a melhor opção para quem quer economizar

| 0 comentários

Ligar o ar-condicionado ou abrir as janelas?

Ligar o ar-condicionado ou abrir as janelas?

 

 

 

 

 

 

 

Hoje em dia o ar-condicionado deixou a prateleira de acessórios ou opcional para se juntar aos itens que compõem os requisitos mínimos necessários em um veículo.

Essa mudança se deve muito ao aumento significativo das temperaturas ambientes e pela insegurança que é vivida no trânsito das grandes cidades.

Contudo, é de conhecimento de quase todos os motoristas que o ar-condicionado interfere diretamente no rendimento do veículo e no consumo de combustível, mas até que ponto esta equação é viável?

Em primeiro lugar, devemos comentar que um sistema de ar em um veículo de baixa cilindrada é realmente causador de muitas reclamações de desempenho e consumo.

Portanto, se você acha o ar-condicionado imprescindível, a potência do carro deve ser considerada na hora de escolher o veículo ideal para você.

Ao adquirir um veículo com pouca potência, tenha em mente que, ao efetuar ultrapassagens ou encarar subidas mais acentuadas, o sistema de ar poderá apresentar falhas.

Em alguns casos, o ar-condicionado pode comprometer até 20% da potência do motor de um veículo e para obter rendimento compatível devemos acelerar mais o veículo, o que gera sem dúvida um consumo maior.

Esta realidade está mais dirigida à utilização urbana de um veículo, sendo que em uso rodoviário há outros pontos a analisar.

 

Por exemplo, a condução de um veículo em estrada com as janelas abertas provoca uma resistência ao deslocamento que aumenta o consumo de combustível.

 

 
O consumo de combustível em números (%)

 

De acordo com o Mythbusters, um seriado de TV americano, o uso do ar-condicionado aumenta o consumo de combustível em cerca 10%.

 

Por outro lado, se um veículo roda com velocidade superior a 70 km/h e com os vidros abertos o gasto também será em torno de 10% ou mais.
Esse aumento no consumo quando os vidros estão abertos se devem ao chamado arrasto aerodinâmico, que ocorre quando o vendo entra pela janela do carro e cria uma resistência.

 

É como se o veículo estivesse com um paraquedas freando o veículo, forçando o motorista a acelerar mais para manter a velocidade e, consequentemente, aumentando o consumo de combustível do carro.

 

 

Conclusão:

Em resumo, sempre que a velocidade do carro for inferior a 70 km/h, a opção mais econômica será abrir as janelas. Caso você ultrapasse os 70 km/h, é melhor subir os vidros e ligar o ar-condicionado.

Vale lembrar que, pela insegurança que é vivida no trânsito das grandes cidades, a economia gerada com os vidros abertos, em diversos casos não será compensatória diante da exposição ao risco de assaltos.

 

Portanto, se você trafega nos grandes centros urbanos, áreas mapeadas como de riscos pelos órgãos responsáveis pela segurança ou locais de pouca iluminação durante a noite, por exemplo, e se seu veículo possui ar-condicionado, utilize-o e garanta mais conforto e segurança.

 

 

Para ler mais notícias Informações sobre a SGA visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.