Duro de matar: um bom dia para morrer estreou hoje

| 0 comentários

Duro de matar: um bom dia para morrer

O Bruce Willis continua “duro de matar”. Estreou hoje o quinto filme da franquia. John McClane vai para a Rússia resgatar o filho Jack da prisão. Com um relacionamento complicado, John e Jack terão de trabalhar juntos para se manter vivos e evitar que uma parte sombria de Moscou consiga controlar armas nucleares.

Filmado na Hungria, ao custo de US$ 92 milhões, “Duro de matar: um bom dia para morrer” (“A good day to die hard”) comprova a vitalidade da franquia inspirada na literatura de Roderick Thorp (1936-1999). Amparada no carisma regenerativo de Willis, a série emplaca outro longa sem se dobrar à estética de chanchada que contagiou (e abalou) o mais fragilizado dos gêneros hollywoodianos: os filmes de ação, cada vez descambados para a comédia pastelão, vide filmes com Jackie Chan ou Will Smith de 1995 para cá.

Sob a direção de John Moore (“Atrás das linhas inimigas”), um artesão sem muito brilho que aqui transpira estilo pessoal, o episódio 5 da saga encara a violência sem pudor, mas também sem estetizações.

Esta é nossa indicação para este fim de semana. Veja aqui a programação

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.