Novo Toyota Rav4 chega com grandes novidades

| 0 comentários

A quarta geração do RAV4, apresentada no Salão de Los Angeles, com novo design, oferece cabine mais espaçosa e confortável, e porta-malas espaçoso.

A par destas melhorada qualidades, o SUV compacto da Toyota surge com outros trunfos: novas motorizações e sistema de tração dinâmica integrada, que contribui para uma condução mais segura.

Lançado, em 1994, o mercado SUV compacto, com o lançamento do primeiro Recreatioenal Active Vehicle com tração à quatro rodas (RAV4), um veículo com 3,69 metros de comprimento e três 3 portas, o primeiro 4WD urbano era bastante diferente dos tradicionais 4×4. O RAV4 estava, então, dotado de um, relativamente, pequeno motor de 2.0 litros montado em posição transversal, numa carroçaria/chassis monobloco e com conjunto de suspensão independente.

Nasceu, assim, um segmento em que existem hoje em dia, cerca de 20 modelos diferentes.

Comercializado em mais de 150 países, a 3ª geração do RAV4 atingiu 1,2 milhões de unidades vendidas no mercado europeu, e de 4,5 milhões em termos globais.

O design e as linhas marcantes foram fundamentais para o sucesso do modelo, ao longo de 18 anos, traços esses que continuam a ser igualmente relevantes nesta 4ª geração.

Para o novo RAV 4, que oferece tração frontal ou integral, aliado a uma excelente performance dinâmica e baixas emissões de CO2 proporcionadas pelos blocos a gasolina ou diesel desenvolvidos sob a égide do programa Toyota Optimal Drive.foram desenvolvidas duas novas motorizações: um bloco 2.0 litros diesel para o mercado da Europa Ocidental e uma unidade a gasolina de 2,5 litros para o mercado russo.

Neste capítulo, para o mercado europeu, ocidental, estão previstas três motorizações: gasolina 2.0 Valvematic (151 cv), a gasolina; a Diesel, o novo bloco 2.0 D-4D (124 cv), bem como o 2.2 D-4D (150 cv), que beneficiam de redução de 12%, em média, das emissões de CO2.

O motor diesel 2.0 D-4D aplicado no RAV4 de tração dianteira está equipado com o sistema Stop & Start reduzindo as emissões de CO2 para apenas 127 g/km.

 

Para ler mais notícias, clique em www.blogdasga.com.br. Informações sobre a SGA visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.