9 de agosto de 2017
por Equipe SGA Toyota
0 comentários

Toyota e Mazda unem forças para produzir carros elétricos

Toyota e Mazda unem forças para produzir carros elétricos

 

A Toyota anunciou uma nova parceria na produção dos carros elétricos. Agora a Mazda irá se juntar a gigante automobilística japonesa Toyota no desenvolvimento de carros elétricos.

O grande marco inicial da parceria será a nova fábrica a ser construída nos Estados Unidos, com custo estimado de 1,6 bilhão de dólares e potencial para criar 4 mil novos empregos para os norte-americanos.

Esse é mais um passo importante da indústria automotiva na migração para um transporte mais “limpo” com auxílio da tecnologia da informação.

A nova fábrica irá produzir modelos híbridos do Toyota Corolla sedã a partir de 2021, com capacidade de produção de 300 mil veículos por ano. No plano anterior a parceria era transferir a produção do modelo do Canadá para uma nova fábrica no México, que já está em construção.

Além da fábrica Canadense, a Toyota atualmente mantém a produção do sedã no mercado norte-americano na unidade do Mississippi, nos Estados unidos. De acordo com a montadora, essa produção será mantida.

Já a nova fábrica que está sendo erguida pela Toyota no México com o investimento de US$ 1 bilhão, com a nova parceria com a Mazda passará a receber a produção da picape Tacoma.

Akio Toyoda, presidente da Toyota, durante uma coletiva de imprensa afirmou que acredita que iniciou-se uma batalha sem precedentes. “Agora, temos uma batalha com novos rivais, especialmente em mercados emergentes, e também uma luta com companhias de TI, como Apple e Google”, completou o executivo.

Em seu Twitter, o presidente americano Donald Trump celebrou o anúncio da nova construtora: “Um grande investimento na indústria americana!”.

De 1997 para cá, a Toyota já vendeu mais de 10 milhões de veículos híbridos de gasolina e elétricos, como o Prius em todo o mundo e os planos da montadora é ampliar ainda mais a quantidade de carros “ecologicamente corretos” circulando pelo mundo.

O ponto positivo e incentivador são os constantes anúncios de diversos países de que planejam limitar o número de carros movidos a gasolina ou diesel pelas ruas das cidades.

A França e o Reino Unido disseram que vão encerrar as vendas desse tipo de carros até 2040. Caso as promessas sejam cumpridas, a tendência é de que carros elétricos passem a ganhar cada vez mais espaço no mercado automotivo.

Para ler mais notícias, clique em www.blogdasga.com.br. Informações sobre a SGA visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook.