3 de maio de 2017
por Equipe SGA Toyota
0 comentários

A Toyota testa um novo sistema de geração de energia combinada pressurizada (sistema de geração de energia híbrida), em sua planta localizada no distrito de Motomachi, na cidade de Toyota, Aichi, no Japão. Esta tecnologia utiliza células de combustível de óxido sólido (SOFC) e microturbinas de gás. O objetivo do projeto é avaliar a eficiência energética, desempenho e durabilidade desta combinação.

O sistema de dois estágios tem potência nominal de 250 kW que é gerada a partir de hidrogênio e monóxido de carbono extraídos de gás natural. Além disso, possui um sistema de cogeração, que combina calor e energia, para utilizar o calor residual produzido na geração de energia.

Outro objetivo do sistema é a geração de energia com baixa emissão de poluentes. O sistema híbrido oferece cerca de 55% de eficiência no consumo, enquanto o uso do sistema de cogeração aumenta esta eficiência para até 65%.

A Toyota continuará a promover o desenvolvimento e a introdução da utilização eficiente da tecnologia do hidrogênio em suas plantas, monitorando continuamente os resultados da introdução e demonstração de resultados deste sistema de geração de energia híbrida. A iniciativa representa um progresso em termos de ações destinadas a atingir zero emissões de CO2 em suas fábricas, aspecto preponderante do Desafio Ambiental Toyota 2050, anunciado em 2015.

Para ler mais notícias, acesse www.blogdasga.com.br. Para mais informações sobre a SGA visite nosso site.

19 de janeiro de 2017
por Equipe SGA Toyota
0 comentários

toyota_mirai_rts_2

A Toyota firmou um acordo de colaboração científica com a Masdar, companhia nacional de energia dos Emirados Árabes, para a criação de um programa que visa explorar o uso da energia limpa proveniente do hidrogênio na cidade de mesmo nome, Masdar. O anúncio foi feito durante a abertura da Semana da Sustentabilidade em Abu Dhabi, que reúne conferencistas para debater as exigências do Acordo Climático de Paris e da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

A ideia é começar por uma série de testes de rodagem e abastecimento do veículo Mirai a partir de maio deste ano. Este veículo é équipado com tecnologia de célula de combustível a hidrogênio.

“Os Emirados Árabes Unidos possuem um vasto potencial para expansão da produção de hidrogênio. O país apresenta capacidade excedente em instalações e estações localizadas nas refinarias de petróleo e a expertise para produzir hidrogênio como subproduto proveniente da soda cáustica, sem contar o potencial de geração de energia por meio das mega centrais de energia solar”, declarou o chairman da Toyota, Takeshi Uchiyamada. “À medida que o governo continua promovendo novas iniciativas e buscando a criação de uma sociedade baseada no hidrogênio, os Emirados Árabes Unidos serão capazes de emergir como líder mundial da próxima geração de energias limpas”, acrescentou o executivo.

Este acordo faz parte dos planos da Toyota para a campanha Desafio Ambiental 2050, lançado em 2015. Este desafio impulsiona a montadora a investir em novas formas de desenvolvimento sustentável. Um dos maiores desafios da Toyota é sua meta de diminuir em até 90% a emissão CO2 em novos carros.

Por sua vez, o governo dos Emirados Árabes lançou uma agenda nacional denominada Visão dos Emirados Árabes Unidos 2021, com o objetivo de promover ações pela qualidade do ar e pela expansão do uso de energias limpas, além de se tornar referência em qualidade de infraestrutura.